Maioria do STF vota a favor de ação que pode aumentar o valor da sua aposentadoria já nas próximas semanas

ATENÇÃO,
APOSENTADO!

Leia o artigo abaixo para descobrir se você tem direito à “Revisão da Vida Toda” e ao recebimento de correções que podem passar de R$100.000,00.

Tem direito à Revisão da Vida Toda quem…

Se aposentou entre 2013 (ou seja, há menos de 10 anos) e novembro de 2019 (antes da Reforma da Previdência);

Se aposentou por tempo de contribuição, recebe pensão por morte ou outros benefícios do INSS;

Já contribuia para o INSS antes do Plano Real (ou seja, desde antes de 1994);

Recebia um bom salário antes de 1994*.

Mas antes, tome cuidado com as informações falsas que foram espalhadas por aí

Muitos canais jurídicos inexperientes estão confundindo as pessoas sobre os pré-requisitos da Revisão.


Por isso, veja só na lista abaixo quem realmente tem direito ao aumento do salário (o que inclui aposentados e também pensionistas).

Desde 1999, grande parte dos aposentados e pensionistas vinham sendo injustiçados pelo INSS.

Em resumo, o motivo é o seguinte: De acordo com  a lei 9876/1999, o valor da sua aposentadoria é calculado a partir de uma “média” das suas contribuições ao longo da vida.

O problema é: apenas as contribuições feitas depois do Plano Real passaram a ser incluídas no cálculo.

Ou seja, se você tinha um salário alto antes de 1994, o governo até então não se importava, porque os valores não eram incluídos no seu benefício.

Mas graças ao voto favorável do Ministro Alexandre de Moraes, esta injustiça está prestes a se transformar em uma bolada de dinheiro para você.

Além de aumentar o seu benefício, você também pode ganhar a correção de tudo o que você não recebeu por direito nos últimos 5 anos.

Por ex: se a sua aposentadoria atual é de R$2.000, mas a Revisão da Vida Toda aumentar para R$3.500, você recebe esses R$1.500 de diferença somados dos últimos 5 anos.

Em alguns casos, este montante de dinheiro pode passar de R$100.000 — e tudo isso é direito seu, mas com algumas condições:

Por mais que seja possível ao aposentado pedir a correção sozinho (direto no INSS), esta não é a forma mais rápida e segura para conseguir.

Isso acontece porque, na maioria das vezes, o aposentado não tem todo o conhecimento da lei que precisa para garantir a melhor revisão possível.

Além do mais, a fila de espera no INSS é bem maior (ainda mais agora, que muitas pessoas estão indo atrás deste direito).

E isso pode atrasar vários meses ou até anos a sua revisão — ou mesmo cancelar o seu direito, se passarem 10 anos do seu primeiro salário de aposentado.

Por isso, o caminho mais garantido para você conseguir sua Revisão da Vida Toda é através da Justiça, e não do INSS.

Mas graças ao voto favorável do Ministro Alexandre de Moraes, esta injustiça está prestes a se transformar em uma bolada de dinheiro para você.

Além de aumentar o seu benefício, você também pode ganhar a correção de tudo o que você não recebeu por direito nos últimos 5 anos.

Por ex: se a sua aposentadoria atual é de R$2.000, mas a Revisão da Vida Toda aumentar para R$3.500, você recebe esses R$1.500 de diferença somados dos últimos 5 anos.

Em alguns casos, este montante de dinheiro pode passar de R$100.000 — e tudo isso é direito seu, mas com algumas condições:

Por mais que seja possível ao aposentado pedir a correção sozinho (direto no INSS), esta não é a forma mais rápida e segura para conseguir.

Isso acontece porque, na maioria das vezes, o aposentado não tem todo o conhecimento da lei que precisa para garantir a melhor revisão possível.

Além do mais, a fila de espera no INSS é bem maior (ainda mais agora, que muitas pessoas estão indo atrás deste direito).

E isso pode atrasar vários meses ou até anos a sua revisão — ou mesmo cancelar o seu direito, se passarem 10 anos do seu primeiro salário de aposentado.

Por isso, o caminho mais garantido para você conseguir sua Revisão da Vida Toda é através da Justiça, e não do INSS.

Procure o seu advogado especialista de confiança

CURRÍCULO: Previdenciaristas do escritório

Lucélia Cristina

Oliveira Rondon

Bruna Cabral

Sócia Sênior

Sócia Nominal

Advogada desde 2004, Ex-Juíza para os juizados especiais das comarcas de Cuiabá, Sinop, Rio Branco, Pós-graduada em Dir. Previdenciário, Pós-graduanda em docência pela (Faculdade metropolitana), Professora no CEFAP – Centro de Formação de Praças e Soldados de Mato Grosso, Assistente Ministerial na 14ª Promotoria Criminal Especializada na Defesa a Administração Pública E Ordem Tributária no Ministério Público Estadual, com a Promotora de Justiça Ana Cristina Bardusco Silva.

Sócia Sênior do Escritório de Brasília/DF, atuante há mais de 12 anos, dedicada exclusivamente ao Direito Previdenciário há 4 anos. Possui vasta experiência em Processo Administrativo Previdenciário e elaboração de cálculos de benefícios. Foi conselheira do Conselho de Recursos da Previdência Social-CRPS/INSS. Pós-graduada em Direito do Trabalho.

Vinicius Suzano

Maik Halley Magalhães

Atuação em Direito Previdenciário contra o INSS, nas esferas Administrativa e Judicial. Elaboração de cálculos de benefícios e Planejamento Previdenciário. Especializado em Resolução Consensual de Conflitos pelo TJDFT.

Advogado desde 2014 especialista em direito previdenciário, nas esferas Administrativa e Judicial. Elaboração de cálculos de benefícios e Planejamento Previdenciário.

Somos um dos maiores escritórios de advocacia do Brasil (Top Lawyers, 2021), com uma grande experiência em revisões de aposentadoria

Desde 1999, muitas pessoas foram prejudicadas com a lei antiga mas agora isso pode mudar para você que é aposentado ou pensionista.


Só você sabe a diferença que esta correção faria na sua vida e da sua família.Somente um advogado especializado poderá ajudar você na busca pelos seus direitos.


Podemos tirar suas dúvidas acerca do conteúdo que vocês viram nessa página.No entanto, trabalhamos com um número limitado de demandas por mês, pois sempre nos dedicamos ao máximo pelas causas de cada um dos nossos clientes.


Por isso, se você quer tirar dúvidas com um de nossos especialistas — ou ao menos entender melhor como funciona o nosso processo de defesa dos seus direitos —, você tem 2 opções:

Atendimento personalizado para o cliente e com confiança;

Uso da tecnologia a seu favor, com processos online para todo o Brasil;

Trabalho incansável para te defender

1. Clique no link abaixo e entre em contato conosco direto no WhatsApp:

2. Ou mande mensagem/ligue para o número

61 98157-4518